Inalação de óleo essencial de lavanda: Melhora sono e qualidade de vida

óleo essencial de lavanda

Na forma do seu óleo essencial rico em linalol e acetato de linalila, a lavanda-verdadeira (Lavandula angustifolia) é conhecida por indicações muito acertadas para alívio da insônia. Um estudo, publicado este ano, analisou o efeito inalatório desse óleo essencial como terapia complementar para aliviar esses sintomas em pacientes diabéticos.

Foram avaliados 52 pacientes nessas condições em um ensaio clínico randomizado cruzado e controlado por placebo. Os autores tiveram como base o uso desse óleo essencial como estimulador do sono e outros estudos que já haviam relacionado seus efeitos à insônia, à qualidade de vida e ao controle do diabetes mellitus tipo II.

Os indivíduos foram tratados com o uso inalatório do óleo essencial de lavanda ou placebo por dois períodos de quatro semanas de duração, com intervalo de uma semana. O estado de humor, além da qualidade do sono e de vida foram avaliados. Foi demonstrado, então, que a inalação de lavanda levou a um resultado significativamente melhor comparado ao placebo, de acordo com as pontuações médias dos instrumentos que medem a insônia (PIRS-20), a qualidade de vida (WHOQOL-BREF) e a severidade de episódios depressivos (Beck Depression Inventory).

Os autores concluíram, então, que o óleo essencial de lavanda melhorou o humor e a qualidade do sono e de vida dos indivíduos diabéticos que sofrem de insônia. Ficando, mais uma vez, evidenciado o poder desse óleo essencial em questões associadas ao distúrbio do sono.

Sugestão de uso do óleo essencial de lavanda

Pingue 2 gotas de óleo essencial de lavanda na palma das mãos. Friccione uma contra a outra. Forme uma conchinha e inale profundamente algumas vezes antes de se deitar. Se preferir utilize de 6 a 10 gotas no difusor de ambientes.

REFERÊNCIAS: LASZLO

Últimos Artigos​